Dicas valiosas para quem quer estudar nos EUA | Resgate Fm
» » » Dicas valiosas para quem quer estudar nos EUA

Os preparativos para garantir uma vaga em uma universidade dos Estados Unidos deve ser iniciada pelo estudante bem antes da conclusão do ensino médio, segundo a orientadora educacional do Alummni Advising – EducationUSA, Marta Bidoli.

O momento ideal é começar a busca com mais de um ano de antecedência à formatura, já a partir do segundo ano do ensino médio. "Quanto mais cedo o aluno se envolver com o processo, melhor, já que no terceiro ano ele estará lidando com os vestibulares de fim de ano no Brasil", lembra.

Veja o passo a passo preparado pelo UOL para quem está interessado em ter uma graduação americana:

1. Escolha a universidade


Bidoli aconselha que o aluno tente restringir sua pesquisa e definir de 5 a 10 universidades que se enquadram academicamente no que ele procura para seu futuro.

Essa é a etapa que mais consome tempo com pesquisa pela internet e contato direto com as universidades, além de buscar referências com alunos matriculados ou ex-alunos pelas redes sociais.

2. Prove proficiência em inglês
Para a admissão, a universidade pode ou não pedir uma redação ou uma entrevista. "O inglês precisa estar afiado. Mesmo sendo um gênio, o aluno não poderá mostrar todo seu potencial sem um inglês fluente", diz Vinícius Cruz, 18, criador do aplicativo "Estudar nos EUA".

Cruz estuda engenharia na Universidade Lindenwood que, por uma parceria acadêmica, garantirá a ele um diploma da Universidade Washington ao se formar. "Mas o brasileiro não precisa se preocupar tanto com a pronúncia ou os erros. O entrevistador vai relevar esses pontos porque o que importa é o conteúdo do aluno", complementa.

Existem vários exames para comprovar o conhecimento da língua inglesa, mas os dois mais pedidos pelas universidades americanas são o Toefl (Test of English as a Foreign Language) e o Ielts (International English Language Testing System).

3. Teste seus conhecimentos gerais

Para entrar na universidade americana, o aluno também terá de testar seus conhecimentos no exame SAT (conhecido como Scholastic Aptitude Tes ou Scholastic Assessment Test) ou no ACT (American College Testing). As regras de admissão de cada universidade é que determinarão qual deles prestar.

Bidoli lembra que os brasileiros costumam ir bem nas provas, mas é preciso estudar material próprio para passar no exame já que ele trabalha o "critical reading", uma habilidade analítica em língua inglesa, e o raciocínio.

4. Reúna os documentos e traduções


Por último, o aluno terá de pedir traduções de seu histórico escolar quando estiver no terceiro ano e, caso houver, o certificado de conclusão de curso. Este documento será substituído, mais tarde, pelo diploma.

As universidades também podem pedir cartas de recomendação da escola ou de professores, que elencam as qualidades e o comprometimento do estudante com o aprendizado.

FONTE: Guiame

Postado Por Resgate Fm

«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário :

Deixe uma resposta