Taça com dono: TJD rejeita denúncia, e River-PI é campeão estadual de 2016 | Resgate Fm
» » » Taça com dono: TJD rejeita denúncia, e River-PI é campeão estadual de 2016

Após quatro meses de indefinição jurídica, comissão disciplinar do tribunal extingue processo do Parnahyba, e título do Campeonato Piauiense ganha endereço tricolor.

Terminou nesta quarta-feira, dia 21 de setembro, a maior dúvida da temporada 2016 entre os campeonatos estaduais de todo o país. Após quatro meses de indefinição jurídica, a comissão disciplinar do Tribunal de Justiça Desportiva do Piauí (TJD-PI) decidiu que o título do Campeonato Piauiense é do River-PI. A sessão desta quarta extinguiu por unanimidade uma denúncia do Parnahyba, que argumentava irregularidades na escalação do volante Rogério na semifinal do returno do estadual, vencida pelo Tricolor. Os auditores não aceitaram o processo do clube azulino, que não pode mais recorrer em nenhuma instância da justiça desportiva, segundo informou o presidente do TJD-PI, Luciano Benigno. Assim, o Galo pode comemorar o tricampeonato estadual (2014, 2015 e, enfim, 2016).

O TJD-PI vai comunicar para a Federação de Futebol do Piauí que não existem mais questionamentos ou pendências na justiça desportiva sobre os resultados do Campeonato Piauiense. Notificada, a FFP poderá homologar o resultado e conceder a taça de campeão do River-PI. Com o título de 2016, o Galo tem vaga na Copa do Nordeste e Copa do Brasil do próximo ano. O Altos é vice-campeão e também garante ida ao Nordestão e Copa do Brasil 2017.

Advogado do River-PI, Augusto Chabloz (Foto: Wenner Tito )
- A comissão deu uma decisão exemplar. Se não há uma previsão legal, não pode punir. Acredito que qualquer tipo de recurso que por ventura venha, como sinalizou o Parnahyba, não vai lograr êxito - analisou o advogado do River-PI, Augusto Chabloz.

O resultado põe fim ao entrave que se arrastava há meses. O último jogo do Campeonato Piauiense foi a final do returno, vencida pelo Altos por 3 a 1 sobre o River-PI, no dia 26 de maio. A conquista do Altos, porém, acabou anulada dias depois, pois o clube acabou punido pela escalação do zagueiro Victor Bafana na decisão. Como o Galo foi campeão do primeiro turno, abocanhou o título arrastão.

Contudo, o Parnahyba entrou no TJD-PI como uma notícia de infração. Para os advogados do Azulino, o River-PI se classificou à final do segundo turno atuando com o volante Rogério suspenso com três cartões amarelos. Desde o mês de junho, o processo não tinha um desfecho. A definição se protelou após o STJD determinar a nomeação de novos membros do TJD-PI. Os mandatos dos antigos auditores foi considerado abusivo. Apenas em setembro, após a nova formação, o processo voltou à pauta do tribunal.
O advogado do Parnahyba, Hélio Alelaf, contestou veementemente o resultado. Embora o TJD-PI tenha afirmado que não há mais ferramentas de recurso, a defesa do clube afirma ter brechas para o processo ainda correr.

- Insatisfação do Parnahyba tendo em vista que não foi julgado o mérito nessa comissão disciplinar, foi pedido o arquivamento por falta de objeto. Nós acatamos, mas nos dá o direito de recurso. Já protocolei o pedido de elaboração do acórdão, eles têm dois dias para elaborarem, e depois nós temos três dias após a nossa intimação para recorrer, e nós iremos para o pleno do TJD-PI para que eles analisem também. E se contrário também, nós vamos até o STJD - disse Hélio Alelaf.

FONTE: GE PIAUÌ

Postado Por Resgate Fm

«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário :

Deixe uma resposta